Estudantes de medicina repudiam Shibata em 1977 | Ballarotteando

http://ballarotteando.wordpress.com/2012/04/08/estudantes-de-medicina-repudiam-shibata-em-1977/

08/04/2012

O início desse mês foi marcado pela lembrança do Golpe Civil-Militar implantado em 31 de março/1 de abril de 1964 em nosso país. Em um contexto onde os arquivos da ditadura seguem em sigilo, onde os torturadores não foram julgados e punidos, onde a Comissão da Verdade é ainda um aceno muito tímido de justiça, diversos militantes, ativistas, movimentos sociais tem se manifestado nas ruas e na internet para que a justiça seja feita.

Uma dessas ações aconteceu neste final de semana, na qual militantes fizeram um protesto na frente da casa de Harry Shibata, o mais famoso legista da ditadura.

Durante a pesquisa documental para meu trabalho de conclusão de curso (para saber mais acesse Um pouco da história do movimento estudantil de medicina na luta pela saúde)  encontrei no relatório do IX Encontro Científico dos Estudantes de Medicina (ECEM 1977) em Florianópolis uma Carta de Repúdio levada pela delegação da USP e aprovada em Assembléia Geral do ECEM, ao legista Harry Shibata. Abaixo segue a imagem original do relatório e alguns trechos do documento, que gostaria de compartilhar com vocês.

“Consideramos que neste momento devemos demonstrar nosso desagrado quanto à recente outorga de “Medalha de Pacificador” à Harry Shibata, Diretor do Instituto Médico-Legal de São Paulo, pelo Ministério do Exército.

Baseamos nosso repúdio nas atitudes tomadas por Shibata, como por exemplo, a assinatura da “causa mortis” de Wladimir Herzog, jornalista e professor da Universidade de São Paulo, outubro de 1975; e de Manoel Fiel Filho, operário metalúrgico, em janeiro de 1976.
Nesses episódios o “Pacificador” considerou no laudo médico que Herzog e Fiel Filho, que haviam sido sequestrados por “órgãos de segurança” e levados aos cárceres, se suicidaram em suas respectivas celas.

O repúdio e a total descrença que essa versão recebeu da opinião pública paulista, brasileira e também mundial dispensa que nos alonguemos na comprovação desta deslavada mentira. (…) São esses fatos suficientes para que nós, como estudantes de medicina, futuros profissionais de saúde, cidadãos, repudiemos as torturas e prisões arbitrárias perpretadas por esse regime. E que denunciemos também aqueles que como Harry Shibata, se utilizam da medicina para trair o povo brasileiro.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: