Debate sobre atuação de intelectuais no período da ditadura reúne Carlos Heitor Cony e Thiago Mello | Agência Brasil

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2012-04-21/debate-sobre-atuacao-de-intelectuais-no-periodo-da-ditadura-reune-carlos-heitor-cony-e-thiago-mello

21/04/2012 | 13h13

Carolina Gonçalves
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O último fim de semana da 1ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura, em Brasília, atraiu novamente milhares de pessoas à Esplanada dos Ministérios. O evento começou no último sábado (14). Entre o público, muitas crianças motivaram o programa de família para conferir apresentações teatrais e shows musicais, como o do grupo paulista Palavra Cantada e do carioca Tapetes Contadores de Histórias.

No Espaço Café Literário, um debate sobre a atuação dos intelectuais durante o período da ditadura reuniu o jornalista e cronista Carlos Heitor Cony e o poeta Thiago Mello, em uma mesa mediada pela jornalista Tereza Cruvinel.Cony relatou sua trajetória como romancista e colunista no período do golpe militar, que resultou em seis prisões. Segundo ele, a publicação do Ato Institucional 1 (AI-1) e as notícias sobre prisões de companheiros foram as motivações para que ele começasse a escrever sobre política. “Nunca tinha dado importância para este tema e [desde então] comecei a escrever diariamente”, relatou.

O jornalista ainda descreveu momentos de tensão e decisão do movimento liderado pelos intelectuais que “se consideravam a consciência da sociedade” e foram duramente censurados pelo regime. “Fiz a minha luta particular. Sou um homem livre, apesar de ter sido preso seis vezes. Hoje, estou numa cadeira de rodas e continuo sendo um homem livre”, disse Cony.

Tereza Cruvinel lamentou que todas as formas livres de pensamento tenham sido “alcançadas pelos braços da ditadura” e disse que o debate na Bienal do Livro ocorre em momento importante do país. “Estamos prestes a ver a instalação da Comissão da Verdade, que vai iluminar esse período da história, não para um revanchismo, mas para que não seja esquecido e para que não se repita”.

Hoje à tarde, a programação da Bienal ainda prevê outros debates como A Nova Literatura das Mulheres Transgressoras e Novos Autores em Busca do Público, além de mais atrações infantis e um show, às 21h, do grupo Capital Inicial, ao lado de outros artistas de Brasília.

Edição: Lana Cristina

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: