Comissão da Verdade recebe pesquisa sobre centros de tortura | O Globo

09/07/2012 | 19h53

Estudo aponta que estados com mais aparelhos de repressão da ditadura eram RJ e PE

BRASÍLIA – A Comissão da Verdade recebeu nesta segunda-feira a historiadora Heloísa Starling. Ela apresentou pesquisa do Projeto República, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), sobre o aparelho de repressão do regime militar (1964-1985). O estudo já levantou registros sobre 83 centros de tortura, espalhados pelo país. Maria Rita Kehl, uma das integrantes da comissão, disse que o número surpreendeu e que os estados com mais centros foram o Rio de Janeiro e Pernambuco. A Comissão da Verdade investiga as violações de direitos humanos entre 1946 e 1988, mas na prática está focada na ditadura militar.

Na terça-feira, às 14h, a comissão vai se reunir com o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota. Segundo ele, tudo que for de interesse da comissão será abordado, mas não detalhou que casos podem ser esses. No domingo, o GLOBO mostrou que que a estilista Zuzu Angel, mãe do ex-militante do MR-8 Stuart Angel Jones, morto em 1971 após ter sido preso nas dependências da Aeronáutica, no Rio, era perseguida e monitorada no Brasil e até no exterior por arapongas do regime militar. Documentos inéditos dos órgãos de informação detalham como o Itamaraty orientou o Consulado Geral de Nova York a averiguar diretamente as “intenções da senhora Zuzu Angel” quando ela ia para os Estados Unidos.

– Nós vamos conversar com o ministro Patriota sobre tudo que for de interesse da Comissão da Verdade no sentido de esclarecer uma série de fatos relativos aos direitos humanos e que eventualmente possam ter ocorrido no exterior ou com embaixadas. É a primeira aproximação (com o ministro) – afirmou o coordenador da comissão, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Gilson Dipp.

A comissão também tratou de providências a serem tomadas em relação ao caso Ruy Berbert, mas os detalhes serão discutidos na terça. No sábado, o jornal “O Estado de S. Paulo” revelou fotos do guerrilheiro, morto numa sala da cadeia pública de Natividade, hoje município de Tocantins. Segundo o jornal, três governos militares e dois civis souberam de sua morte por duas décadas, mas nunca informaram isso aos parentes.

Também foram discutidos os preparativos para um evento público em 30 de julho, em Brasília, reunindo integrantes das Comissões da Verdade instaladas em diversos estados e municípios.

_

http://oglobo.globo.com/pais/comissao-da-verdade-recebe-pesquisa-sobre-centros-de-tortura-5432232

Anúncios

Uma resposta

  1. Depois de tantos anos vem essa comissão da verdade. As familias que perderam seus entes queridos os terao de volta? Que Brasil e esse que não pune os culpados? Eles estao ai, soltos e puderam curtir seus filhos sua familia enquanto muitas outras familias foram destruidas. Sou Brasileira e estou cursando o 5º periodo do curso de Historia, sou muito feliz, orem revoltada com tantas injustiças que aconteceram no passado. Sonhar com os culpados presos é sonhar alto demais……..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: