‘Comissão da Verdade do ABC’ quer analisar repressão a sindicalistas | Carta Capital

29/07/2012 | 8h58

No próximo ano, a Câmara Municipal de São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo, pode ter a sua própria Comissão da Verdade. Em uma região-símbolo da atuação do sindicato dos metalúrgicos em greves históricas – das quais surgiram políticos de destaque como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva -, o foco seria investigar a repressão militar contra membros das mobilizações nos anos 70 e 80. O que inclui episódios de violência, perseguições, prisões e espancamentoscs, mas também intervenções do governo nos sindicatos e a cassação dos direitos políticos de seus associados e diretores.

A proposta, do ex-deputado estadual e líder sindical Wagner Lino, ainda visa realizar um levantamento e cadastro dos presos políticos da época, colher depoimentos e redigir um documento que narre a repressão militar no ABC. O relatório seria entregue à Comissão Estadual da Verdade para ser enviada à Brasília. “No caso de municípios que têm maior acúmulo de história relativa à repressão da ditadura, é mais fácil e produtivo que eles estabeleçam suas próprias comissões e produzam material para as comissões estaduais e para a Comissão Nacional”, diz Lino.

Um raciocínio apoiado por Glenda Mezarobba, pesquisadora da Unicamp e especialista em ditadura brasileira. Segundo ela, essas iniciativas evidenciam o interesse pelo período e subsidiam o trabalho da comissão nacional com elementos de todas as regiões do Brasil, o que seria difícil obter apenas em Brasília. “Ações com foco mais reduzido podem trazer achados importantes para o relatório final, além de o caráter local poder estimular vítimas que nunca contaram suas histórias a fazê-lo.” Seria, entretanto, importante buscar uma sintonia com a Comissão Nacional, para estabelecer uma metodologia de trabalho única e facilitar o uso dos dados, mesmo que os focos de pesquisa sejam distintos.

As greves dos metalúrgicos dos anos 70 e 80 reuniam centenas de milhares de pessoas e tornaram conhecidas nacionalmente personalidades como Lula. Foto: Acervo do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC/Divulgação

Antes da escolha da metodologia seria, porém, interessante definir os ângulos de pesquisa no ABC. Para Marcos Francisco Napolitano de Eugenio, do departamento de história da USP e especialista em ditadura no ABC, grande parte das prisões ocorridas nas greves do final dos anos 70 e 80 já está documentada nos procedimentos da ditadura. Como a do ex-presidente Lula, detido por mais de um mês em 1980 quando presidia o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, durante uma greve de 41 dias que envolveu 140 mil metalúrgicos. Portanto, o acesso à verdade nestas circunstâncias é mais fácil. Diferentemente dos casos de desaparecidos, torturados, perseguições e delações na região. “Avaliar estes últimos aspectos é mais interessante.”

E, dentro deste quadro, Eugenio propõe o estudo da ação e prisões clandestinas do Doi-Codi nas greves. “Eles prendiam sindicalistas quase em forma de sequestro em uma atuação semiclandestina e violenta.” Cloves de Castro, membro do Fórum de Ex-Presos e Perseguidos Políticos de São Paulo, vai além e destaca a possibilidade de analisar como o regime atuava em parceria com o empresariado local. “Seria importante ver como o regime beneficiou patrões que perseguiam e matavam trabalhadores rebeldes.”

A proposta da comissão regional visa também que a iniciativa em Brasília force o Estado a reconhecer as medidas adotadas à época como criminosas. Entre elas, as leis antigreve, a Lei de Segurança Nacional e a suposta “Lista Negra”, documento com nomes de trabalhadores ligados ao sindicato utilizado por empresas para impedir que essas pessoas conseguissem empregos na região. Sobre a lista, Castro destaca a existência de um grupo em São Paulo, do qual faz parte, para identificar as pessoas no documento e quais empresas a utilizavam. “É uma contribuição para que se revele essa memoria histórica sobre a violação dos direitos humanos e da cidadania no período.”

_

http://www.cartacapital.com.br/politica/comissao-da-verdade-do-abc-quer-analisar-repressao-a-sindicalistas/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: