Arquivos de Tag: correio do povo

Comissão da Verdade não vai investigar documentos do Dops, diz Tarso | Correio do Povo

10/08/2012 | 14h01

Arquivos microfilmados estariam guardados sob sigilo no Comando Militar do Sul

O governador Tarso Genro afirmou, em entrevista à Rádio Guaíba, nesta sexta-feira, que a Comissão da Verdade, criada no Estado não vai solicitar documentos do antigo Departamento de Ordem Política e Social (Dops), instalado no atual Palácio da Polícia, em Porto Alegre, durante a ditadura militar. Conforme ele, a comissão estadual não teria competência para solicitar a documentação que estaria no III Exército, na Capital, pois é uma estrutura federal, mesmo que os arquivos do Dops sejam, oficialmente, do governo do Rio Grande do Sul.

“Todo o nosso movimento que não se relacione com estruturas do Estado está subordinado à Comissão da Verdade nacional”, disse. O Dops era uma estrutura estadual, porém, tinha por trás o Exército, responsável por ações de inteligência no acesso a informações e prisões de militantes contrários ao regime militar e à repressão. Continuar Lendo →

Anúncios

Jurista espanhol diz que Comissão da Verdade precisa propor mudanças nas leis | Correio do Povo

17/07/2012 | 13h36

Baltasar Garzón concedeu entrevista coletiva hoje em Porto Alegre

Jurista espanhol e membro do Tribunal Penal Internacional, Baltasar Garzón acredita que cada país tem a sua característica e sua peculiaridade histórica com relação a regimes autoritários. No entanto, defende a verdade, a reparação e a justiça para as vítimas e familiares de períodos de exceção, onde tenha ocorrido tortura, mortes e desaparecimentos. Em entrevista coletiva no Palácio Piratini, em Porto Alegre, na manhã desta terça-feira, ele disse que a Comissão da Verdade, assinada pela presidente Dilma Rousseff em maio, precisa ser capaz de alterar a legislação.

“Uma Comissão da Verdade deve ter acesso a todas as informações de grupos e vítimas. Ela tem de ter capacidade para propor reformas legislativas”, disse o jurista. A eficácia dos trabalhos pode ser comprometida no País, tendo em vista a vigência de leis que proíbem a divulgação dos chamados documentos “ultra-secretos”, em poder das Forças Armadas. Continuar Lendo →

%d blogueiros gostam disto: