Arquivos de Tag: r7

Comissão da Verdade inicia investigações sobre a Operação Condor | R7

21/09/2012 | 22h40

Começou na funcionar n esta semana o grupo de trabalho criado pela Comissão da Verdade que vai investigar as atividades da chamada Operação Condor, uma aliança feita em 1975, entre as ditaduras militares do Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai e Bolívia para vigiar e eliminar opositores. O trabalho pretende abordar as mortes dos ex-presidentes João Goulart e Juscelino Kubitschek.

Confira o vídeo aqui.

Dilma foi “torturada com choques elétricos”, diz reportagem do New York Times | R7

05/08/2012 | 13h06

Diário americano publicou reportagem sobre o tempo em que ela combateu o regime militar

Jornal americano reproduziu foto do julgamento de Dilma

O site do jornal americano The New York Times publicou neste fim de semana uma reportagem sobre a Comissão da Verdade, instalada recentemente no Brasil para investigar os crimes cometidos por militares durante a ditadura (1964-1985). Para falar sobre o assunto, o diário contou a história e estampou a foto da presidente Dilma Rousseff, “a ex-guerrilheira” que foi “repetidamente torturada com choques elétricos nos pés e nas orelhas”.

A matéria começa se lembrando do nome de guerra da hoje presidente: Estela, “capturada em 1970” e presa por três anos. Continuar Lendo →

Vítimas da ditadura debatem sobre a Lei da Anistia | R7

24/07/2012 | 9h33

Mãe e filha entraram com ação contra o coronel Ustra

A Lei da Anistia no Brasil perdoa para sempre quem violou os Direitos Humanos. Agora, o Tribunal de Justiça de São Paulo tem em mãos uma decisão histórica. Membros da família Teles entraram com ação contra o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, responsável por uma das casas de tortura em São Paulo durante a ditadura militar, a “casa dos horrores”.

Maria Amélia Teles foi presa durante a ditadura por fazer parte da imprensa do Partido Comunista do Brasil, que denunciava os abusos cometidos pelos militares e divulgava informações sobre a guerrilha do Araguaia. Janaína Teles também foi presa, um dia depois da mãe, quando tinha 5 anos.

Maria Amélia foi testemunha das ações de Ustra. Quando ela foi presa, o coronel levou seus dois filhos para vê-la torturada. Janaína lembra de momentos em que não conseguia dar um abraço em seus pais.

— Eu não me lembro de vários detalhes, mas eu me lembro de um segundo momento em que fomos levados para uma cela. A gente tentou abraça-los, conversar, e eles mal reagiram. Estavam muito debilitados. E isso eu achei muito estranho.

Paulo Henrique Amorim conversou com Maria Amélia e Janaína para debater sobre os crimes cometidos durante a ditadura.

Assista à entrevista completa Continuar Lendo →

Defesa contesta queixas sobre investigações do Araguaia | R7

17/07/2012 | 15h52

Ministério diz que parentes de desaparecidos têm total acesso às operações

O Ministério da Defesa emitiu nota nesta terça-feira (17), na qual contesta as informações veiculadas na imprensa sobre as buscas a desaparecidos políticos. Integrantes da Comissão da Verdade e parentes das vítimas têm reclamado da falta de transparência, o que é refutado pelo Ministério da Defesa.

— Não são verdadeiras as alegações de que os familiares de pessoas desaparecidas durante o conflito ocorrido na década de 70 estão impedidas de acompanhar o trabalho de busca. Na verdade, todas as expedições já realizadas no âmbito do GTA e do antigo Grupo de Trabalho Tocantins (GTT), de 2009 até hoje, são acompanhadas por familiares das vítimas da Guerrilha. Eles têm acesso a todos os locais de atividades do grupo, e ciência das informações que vão surgindo ao longo dos trabalhos. Continuar Lendo →

Comissão da Verdade começa audiências estaduais; RS e PE criam grupos | R7

12/07/2012 | 18h56

Por Ana Flor

BRASÍLIA, 12 Jul (Reuters) – A Comissão Nacional da Verdade, criada para esclarecer violações aos Direitos Humanos entre 1946 e 1988, começa nesta sexta-feira a realizar audiências públicas pelo país para ampliar e estimular a criação de comissões semelhantes nos Executivos estaduais, Assembleias Legislativas e sociedade civil, com as quais pretende estabelecer convênios.

Na próxima terça-feira, o Rio Grande do Sul instala sua Comissão da Verdade e, ao lado de Pernambuco, será o segundo Estado a criar uma ligada ao Executivo para subsidiar o grupo nacional. Pelo menos outros seis Estados, entre eles São Paulo e Rio, criaram comissões nas Assembleias Legislativas. Continuar Lendo →

Presa e torturada no Rio, presidente Dilma receberá pedido de desculpas de Sérgio Cabral | R7

01/06/2012 | 14h20

Governador entregará carta para 120 pessoas por abusos sofridos na ditadura militar

A presidente Dilma Rousseff (PT) faz parte da lista de 120 pessoas que receberão cartas com um pedido de desculpas do governador Sérgio Cabral (PMDB) pelos abusos contra os direitos humanos ocorridos durante a ditadura militar (1964-1985) no Rio. A cerimônia está marcada para a próxima segunda-feira (4) no estádio Caio Martins, em Niterói, região metropolitana.

O local serviu de prisão política após o golpe militar em 1964. A presidente, que foi presa e torturada por agentes da repressão no Rio, ainda não confirmou a sua presença no evento.

Além das desculpas, os ex-presos políticos receberão uma indenização de R$ 20 mil. Segundo a Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, desde 2001, quando a Lei Estadual de reparação foi criada, 1.113 pessoas entraram com o pedido de indenização.

Deste total, 650 indenizações já foram pagas e restam 245 até o fim de 2013.

_

http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/presa-e-torturada-no-rio-presidente-dilma-recebera-pedidos-de-desculpas-de-sergio-cabral-20120601.html

Mães de desaparecidos da ditadura esperam punição para torturadores | R7

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/maes-de-desaparecidos-da-ditadura-esperam-punicao-para-torturadores-20120512.html

12/05/2012 | 19h45

Quase 30 anos depois do fim do regime militar, Brasil ainda não esclareceu crimes

Renan Truffi

Criméia participou, em 2009, da comissão que acompanhou a localização dos corpos dos mortos na Guerrilha do Araguaia

A ex-militante política Criméia Alice Schmidt de Almeida, de 66 anos, estava no sétimo mês de gravidez quando foi sequestrada por militares, em dezembro de 1972, ano em que o Brasil era governado por uma ditadura.

Ainda grávida, ela foi torturada nos porões do Doi-Codi (Destacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna), em Brasília. João Carlos Grabois, hoje com 39 anos, nasceu na prisão, e segundo Crimeia também sofreu com as crueldades do regime. Continuar Lendo →

União deve indenizar filhos de advogado enforcado na Ditadura | R7

http://noticias.r7.com/economia/noticias/uniao-deve-indenizar-filhos-de-advogado-enforcado-na-ditadura-20120427.html

27/04/2012 | 7h42

Agência Estado

É imprescritível o direito à indenização por fatos decorrentes de prisão e tortura cometidos durante a Ditadura, pois este período foi marcado por graves violações contra os direitos fundamentais da pessoa humana. Com este entendimento , já pacificado na jurisprudência, a 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região acatou o pedido dos filhos de um advogado que morreu enforcado na cadeia no início da década de 70, auge da repressão. Continuar Lendo →

MPF denuncia Ustra por sequestro de militante durante a ditadura militar | R7

24/04/2012 | 22h21

O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) denunciou, na última terça-feira (24/4), dois militares, entre eles o coronel reformado Carlos Alberto Brilhante Ustra, pelo crime de sequestro qualificado de um militante de esquerda durante a ditadura militar. O bancário e líder sindical Aluíso Palhano Pedreira Ferreira está desaparecido desde 1971, quando foi preso em São Paulo. As informações são da Agência Brasil .

Como o corpo de Palhano nunca foi encontrado, o MPF alega que o crime de sequestro continua, ou seja, que o caso ainda não prescreveu. Também argumenta que o caso não fere a Lei da Anistia de 1979, já que o perdão instituído pela lei abrange somente os crimes cometidos até 15 de agosto de 1979. Continuar Lendo →

Manifestantes fazem ato diante da casa de legista da ditadura | R7

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/manifestantes-fazem-ato-diante-da-casa-de-legista-da-ditadura-20120407.html

07/04/2012 | 17h02

Jovens e parentes de vítimas do regime cobram a instalação da Comissão da Verdade

Amanda Polato, do R7

Defensores de direitos humanos deixaram uma coroa de flores na casa de um antigo agente da ditadura militar

Neste sábado (7), 120 pessoas fizeram uma passeata na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo, para protestar contra repressores da ditadura. Em defesa da Comissão da Verdade e pela punição dos agentes do regime militar, o grupo fez um ato na frente da casa de Harry Shibata, médico e diretor do IML (Instituto Médico Legal) entre 1976 e 1983. Continuar Lendo →

%d blogueiros gostam disto: