Arquivos de Tag: vladimir herzog

Marin é ‘escrachado’ por morte de Herzog | Estadão

Continuar Lendo →

Retificação de atestado de óbito de Herzog abre espaço para outros casos, diz CNV | Sul 21

Continuar Lendo →

A mesma cela, a mesma cena | Estadão

Continuar Lendo →

OAB-RJ lembra com tristeza morte de Herzog, ocorrida há 37 anos | Terra

Continuar Lendo →

Há 37 anos, morria Vladimir Herzog | Radioagência Nacional

Continuar Lendo →

Vídeo | Caminhos da Reportagem – Crimes da Ditadura | TV Brasil

10/10/2012

Continuar Lendo →

Governo quer corrigir atestados de óbito das vítimas da ditadura | Carta Maior

Continuar Lendo →

Justiça manda retificar a causa da morte de Herzog | Folha de São Paulo

24/09/2012 | 23h34

EDUARDO GERAQUE
DE SÃO PAULO

A certidão de óbito do jornalista Vladimir Herzog (1937-1975) será alterada. Por decisão judicial, divulgada ontem, a causa do óbito terá uma nova explicação.

Em vez de suicídio, estará escrito: “A morte decorreu de lesões e maus-tratos sofridos em dependência do II-Exército – SP (DOI-Codi)”.

O juiz Márcio Bonilha Filho, da 2ª Vara de Registros Públicos de São Paulo, acatou um pedido da viúva de Herzog, Clarice, e da Comissão da Verdade. Continuar Lendo →

Abertura de processo criminal contra militares agrada a parentes de desaparecidos políticos | Agência Brasil

31/08/2012 | 17h50

Camila Maciel
Repórter da Agência Brasil

São Paulo – A decisão judicial de processar criminalmente militares envolvidos em mortes e desaparecimentos na Guerrilha do Araguaia deverá abrir caminho para que outras responsabilidades sejam apuradas, disse hoje (31) a  representante da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos de São Paulo, Criméia Almeida, ao participar de debate sobre o atendimento às vítimas da violência do Estado no Brasil e Argentina, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

“É uma luta antiga nossa. Temos encontrado muita barreira, mas agora surgiu uma nova oportunidade. Vamos aguardar o julgamento”, disse Criméia, referindo-se a uma decisão inédita tomada quarta-feira (29) pela Justiça Federal em Marabá, no Pará: processar o coronel da reserva do Exército Sebastião Curió Rodrigues de Moura e o major da reserva Lício Augusto Maciel por crimes cometidos durante a guerrilha. Continuar Lendo →

Comissão da Verdade recomenda à Justiça retificação do registro de óbito de Vladimir Herzog | Comissão Nacional da Verdade

30/08/2012

Para comissão, no atestado de óbito de Herzog deve constar “morte por decorrência de lesões e maus tratos sofridos durante interrogatório em dependência do II Exército (DOI/CODI)”

A Comissão Nacional da Verdade (CNV) encaminha hoje ao Juízo de Registros Públicos de São Paulo deliberação na qual recomenda a retificação do registro de óbito de Vladimir Herzog para que conste no documento que sua morte decorreu de “lesões e maus tratos sofridos durante interrogatório em dependência do II Exército (Doi-Codi)” e não “asfixia mecânica”, como consta no laudo necroscópico e no atestado de óbito.

A deliberação foi tomada na reunião do último dia 27 da Comissão Nacional da Verdade, por unanimidade. O documento enviado à Justiça de São Paulo segue com cópia do parecer da assessoria da CNV no qual é analisado requerimento da viúva do jornalista, Clarice Herzog, que pediu a retificação do assento de óbito e a reabertura da investigação para apurar as responsabilidades do caso. Continuar Lendo →

Fotografias da ditadura são liberadas para consulta | Folha de São Paulo

06/07/2012 | 4h

A Lei de Acesso à Informação levou o Arquivo Nacional, em Brasília, a liberar à consulta cerca de 5.000 fotografias do acervo do extinto SNI (Serviço Nacional de Informações) tiradas por agentes da ditadura militar (1964-1985).

Há fotos de centenas de pessoas presas acusadas de subversão e ligação com a luta armada, obrigadas a posar com roupas íntimas; artistas panfletando a favor da Lei da Anistia, em 1979; e eventos religiosos com o bispo d. Hélder Câmara. A maioria nunca havia sido divulgada.

Também há seis fotografias de um arsenal de armas do grupo guerrilheiro VAR-Palmares, ao qual pertenceu a presidente Dilma Rousseff. Continuar Lendo →

No Dia Mundial contra a Tortura, ONGs defendem punição de torturadores | Jornal do Brasil

26/06/2012 | 21h36

Luciano Pádua

Na data em que a ONU estipulou como Dia Mundial em Apoio às Vítimas de Tortura, nesta terça-feira (26), o governo brasileiro voltou a ser criticado pelo atraso nas investigações sobre os crimes de tortura ocorridos na ditadura militar. Para Organizações Não Governamentais e entidades que lutam pelos Direitos Humanos a busca pela verdade e o resgate das informações ocultadas na época é essencial para não se perder a memória social do país. Elas cobram a punição dos torturadores e denunciam ainda que a tortura no Brasil continua existindo nos dias de hoje, especialmente em presídios.   Continuar Lendo →

Brasil diz à OEA que anistia impede reabertura do caso Herzog | Folha de São Paulo

21/06/2012 | 17h55

DANIEL RONCAGLIA
DE SÃO PAULO

O Estado brasileiro afirmou à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA (Organização dos Estados Americanos) que a Lei da Anistia impede a reabertura de uma ação criminal para investigar a morte do jornalista Vladimir Herzog.

Em março deste ano, o Brasil foi denunciado na comissão e, por isso, foi obrigado a apresentar uma resposta oficial.

O caso foi levado ao organismo internacional por entidades de direitos humanos, como Cejil (Centro pela Justiça e o Direito Internacional), FIDDH (Fundação Interamericana de Defesa dos Direitos Humanos), Grupo Tortura Nunca Mais e Instituto Vladimir Herzog. Continuar Lendo →

Ex-governador de SP diz que caso de Vladimir Herzog não foi suicídio | Globo News

Assista ao vídeo aqui

Quando o amigo de Geisel virou um ‘agente da KGB’ | Sul21

04/06/2012 | 14h26

Em meio à entrevista para o jornalista Geneton Moraes Neto, no Dossiê GloboNews de sábado, o ex-governador paulista Paulo Egydio Martins contou ter recebido, logo depois do assassinato do jornalista Vladimir Herzog nos porões do DOI-Codi, de São Paulo, a visita de dois deputados federais.

Na conversa, eles recomendaram que o governador tivesse cautela e explicaram por que: ele estava na lista do comando do II Exército como suspeito de ser um “agente infiltrado da KGB” (a polícia secreta da então União Soviética). Continuar Lendo →

Egydio quer colaborar sobre morte de Vladimir Herzog | O Globo

03/06/2012 | 23h

Governador de São Paulo na época, ele afirma que jornalista foi assassinado no DOI da Tutoia

Chico Otavio

Ex-governador de São Paulo Paulo Egydio, em entrevista a Geneton Moraes Neto

RIO – Governador de São Paulo de 1975 a 1979, período em que o jornalista Vladimir Herzog e o operário Manuel Fiel Filho morreram na carceragem do Destacamento de Operações de Informações (DOI) do Exército no estado, Paulo Egydio Martins disse no programa “GloboNews Dossiê”, exibido ontem, que está disposto a colaborar com a Comissão da Verdade no esclarecimento dos crimes do regime militar. Em entrevista ao jornalista Geneton Moraes Neto, ele declarou não ter dúvidas de que os agentes da repressão mataram Herzog no DOI da Rua Tutoia, e a cena do crime foi maquiada para parecer suicídio. Continuar Lendo →

Eventos em SP lembram 75 anos do nascimento de Vladimir Herzog | Opera Mundi

31/05/2012 | 10h24

A largada foi dada nesta quinta-feira, com a abertura de uma mostra de documentários políticos latino-americanos

Os processos formais ligados à restauração da memória e ao direito à justiça, nos países latino-americanos que viveram décadas de ditadura, demoraram bastante a se estabelecer. É o caso do Brasil, que só em 2012, longos anos após a queda do poder ditatorial, vê estampadas com maior frequência na imprensa nacional manchetes sobre as chamadas Comissões da Verdade.

Continuar Lendo →

A verdade da comissão | Correio de Uberlândia

31/05/2012 | 7h49

A Comissão da Verdade, antes mesmo de iniciar seus trabalhos, já está provocando alvoroço.
Os oponentes, que não escondem simpatia ao regime militar que governou o Brasil de 1964 a 1985, estão inconformados com o provável desfecho dos trabalhos, que deve esclarecer fatos do mais sombrio período da história republicana.

A alegação é que apenas os agentes da repressão estariam sob a mira das investigações.
Por que não apurar também os atos dos “terroristas”, que pegaram em armas e também mataram? Primeiramente, porque se está falando aqui de atos praticados por agentes públicos, que agiram em nome do Estado brasileiro. Continuar Lendo →

Legista da ditadura promete revelações na comissão | O Globo

19/05/2012 | 18h38

Harry Shibata diz que sabia das torturas, mas nunca viu vestígios delas nos cadáveres

Tatiana Farah

SÃO PAULO – Ex-diretor do Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo nos anos 70, o legista Harry Shibata diz que tem revelações a fazer para a Comissão da Verdade, que apura os crimes da ditadura. Aos 85 anos, vivendo recluso em uma casa de dois pavimentos e piscina no Alto de Pinheiros, Shibata nega a maior acusação que pesa contra ele, a de falsificar laudos e atestados de óbitos para esconder torturas e mortes no regime militar. Continuar Lendo →

Praça ganhará monumento de Vladimir Herzog | Portal da Câmara Municipal de São Paulo

http://www.camara.sp.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=9451:praca-ganhara-monumento-de-vladimir-herzog&catid=37:eventos&Itemid=94

A Praça da Divina Providência, anexa à Câmara Municipal de São Paulo, ganhará até o final deste ano um monumento ao jornalista Vladimir Herzog. O artista responsável pela obra será Elifas Andreato, autor de outras peças em homenagem ao repórter morto durante a ditadura na década de 70.

A obra será uma reprodução do troféu Vlado Vitorioso, criado por Andreato em comemoração aos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. “Vou realizar aqui um sonho antigo, que é ver essa peça em tamanho real”, revelou o artista. Ele adiantou que a obra deve ser feita de bronze e ter mais de dois metros de altura.

Andreato explicou como surgiu a inspiração para criar o troféu. “Pensei em fazer algo que fosse contrário à imagem divulgada durante a ditadura, que mostrava Vlado enforcado”, disse. Continuar Lendo →

%d blogueiros gostam disto: