Arquivos de Tag: dilma rousseff

Grupo protesta contra militar citado por Dilma como responsável por tortura | Folha de São Paulo

Continuar Lendo →

A verdade na prateleira | Correio do Brasil

18/09/2012 | 18h46

Para se conseguir um documento no Arquivo Público do Rio de Janeiro é uma luta

Veio a calhar o pedido do ministro e presidente da Comissão da Verdade, Gilson Dipp, para que o governador Sérgio Cabral crie uma comissão com este caráter no Rio. Como se pode observar no documento ao lado, o governador é filho de um ex-jornalista do Pasquim, publicação alternativa e de resistência contra a ditadura. Por esta atividade, considerada pelos generais como “terrorista”, Sérgio Cabral (pai) teve de descer aos porões e explicar que não era nada disto.

É possível que Sérgio Cabral Filho nunca tenha deitado os olhos em tal documento. Ou, talvez, já tenha ouvido falar dele, mas se soubesse da missa, a metade, de como obter cópia dele, caso queira, o nobre governador na certa já teria ido ver mais de perto por que o Rio está tão atrasado na organização da sua Comissão da Verdade. Continuar Lendo →

Carta aberta (e desesperada) à presidente Dilma | Correio do Brasil

28/08/2012 | 17h10

Por Celso Lungaretti – de São Paulo

Presidente Dilma, faz muito tempo – quase 43 anos! – que nos conhecemos naquele turbulento congresso da VAR-Palmares em Teresópolis, de triste lembrança para mim e, presumo, também para si. Quantos participantes logo não estariam mais conosco, sofrendo mortes que os usurpadores do poder tudo faziam para tornar mais sofridas, pois a força era seu único argumento e eles se viam obrigados a intimidar uma nação inteira!

Estávamos à beira do abismo e não sabíamos. Animados pelas notícias que nos chegavam sobre o sequestro do embaixador Charles Elbrick pela ALN, ainda nos dividíamos em discussões apaixonadas sobre os rumos da nossa luta, como se bastasse discernirmos as melhores linhas de ação para a vitória se tornar viável. Continuar Lendo →

Dilma foi “torturada com choques elétricos”, diz reportagem do New York Times | R7

05/08/2012 | 13h06

Diário americano publicou reportagem sobre o tempo em que ela combateu o regime militar

Jornal americano reproduziu foto do julgamento de Dilma

O site do jornal americano The New York Times publicou neste fim de semana uma reportagem sobre a Comissão da Verdade, instalada recentemente no Brasil para investigar os crimes cometidos por militares durante a ditadura (1964-1985). Para falar sobre o assunto, o diário contou a história e estampou a foto da presidente Dilma Rousseff, “a ex-guerrilheira” que foi “repetidamente torturada com choques elétricos nos pés e nas orelhas”.

A matéria começa se lembrando do nome de guerra da hoje presidente: Estela, “capturada em 1970” e presa por três anos. Continuar Lendo →

Fomos todos espionados | Jornal do Brasil

07/07/2012 | 21h03

Selvino Heck*

Felizmente (ou será infelizmente?), estou muito bem acompanhado. Reproduzo e explico: “CONFIDENCIAL. Serviço Nacional de Informações. Data: 05 junho 1981. Assunto: Pessoas ligadas à subversão no Rio Grande do Sul. Anexo: Cópia de fichas (50 fichas). Em anexo, encaminha-se para fins de arquivo, relação de fichas contendo dados de qualificação, endereços e outros dados, das seguintes pessoas, em três ordens de prioridade, cujas atividades estão ligadas à subversão no Rio Grande do Sul: PRIORIDADE 1 (71 nomes, grifo meu, entre os quais): Adeli Sell, Antônio Cechin, Calino Ferreira Pacheco Filho, Carlos Francklin Paixão de Araújo, Ilimar Franco da Silva, Isabel de Souza Costa, José Antônio Pinheiro Machado, Olívio de Oliveira Dutra, Tarso Fernando Herz Genro. PRIORIDADE 2 (84 nomes): Cézar Santos Alvarez, DILMA VANA ROUSSEF LINHARES, Lauro Haggemann, Marcos Antônio da Silva Klassmann, Selvino Heck, Valneri Neves Antunes. PRIORIDADE 3 (44 NOMES): César Augusto Generalli Busatto, Cláudio Augustin, Gert Schinke, Jorge Santos Buchabqui.

Isso era 1981. Segundo os registros fornecidos pelo Arquivo Nacional, em Brasília, no meu caso, a espionagem começou em 1975. De um calhamaço de referências, pinço as histórias mais interessantes.  Continuar Lendo →

Fotografias da ditadura são liberadas para consulta | Folha de São Paulo

06/07/2012 | 4h

A Lei de Acesso à Informação levou o Arquivo Nacional, em Brasília, a liberar à consulta cerca de 5.000 fotografias do acervo do extinto SNI (Serviço Nacional de Informações) tiradas por agentes da ditadura militar (1964-1985).

Há fotos de centenas de pessoas presas acusadas de subversão e ligação com a luta armada, obrigadas a posar com roupas íntimas; artistas panfletando a favor da Lei da Anistia, em 1979; e eventos religiosos com o bispo d. Hélder Câmara. A maioria nunca havia sido divulgada.

Também há seis fotografias de um arsenal de armas do grupo guerrilheiro VAR-Palmares, ao qual pertenceu a presidente Dilma Rousseff. Continuar Lendo →

Comissão da Verdade não vai convocar Dilma para depor | Agência Brasil

25/06/2012 | 22h51

Daniella Jinkings
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A Comissão Nacional da Verdade não vai convocar a presidenta da República, Dilma Rousseff, para depor sobre as torturas que sofreu quando estava presa no período da ditadura militar. Na semana passada, documentos divulgados pelos jornais Correio Braziliense e Estado de Minas, revelaram o depoimento prestado por Dilma em 2001, no qual ela descreve as sessões de tortura às quais foi submetida em 1972, em Juiz de Fora, Minas Gerais.

De acordo com o coordenador da Comissão Nacional da Verdade, Gilson Dipp, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), tudo o que tem relação com a presidenta foi trazido do Conselho de Direitos Humanos de Minas (Conedh-MG), onde o depoimento estava arquivado. “Não tem mais do que aquilo. Ela já disse muita coisa naquele depoimento”. Continuar Lendo →

“A questão não é o torturador, é a tortura”, diz Dilma sobre agressões | Correio Braziliense

23/06/2012 | 15h47

Presidente se emociona ao relembrar o passado e diz que não vê problemas em identificar os torturadores do regime militar

Denise Rothenburg – Enviada Especial
Gabriel Mascarenhas – enviado especial

Rio de Janeiro — No último dia da Rio+20, a presidente Dilma Rousseff deu uma pausa nas discussões do futuro do desenvolvimento sustentável e voltou ao passado. Ao comentar a série de reportagens do Correio/Estado de Minas sobre as agressões sofridas em Juiz de Fora (MG) no período da ditadura militar, Dilma decidiu falar sobre o tema. Na avaliação da presidente, a “questão não é o torturador, é a tortura”. “Uma das melhores coisas que aconteceram é não me fixar nas pessoas”, completou.

A presidente começou a falar sobre as agressões fazendo uma defesa do fim da tortura ainda existente no Brasil. “Venho dando depoimentos ao longo da minha vida. Alguns te asseguro, muito difíceis. E esse país evoluiu muito. E tem que evoluir mais porque os depoimentos difíceis têm que ser eliminados em todas as esferas, inclusive na atividade da polícia, em geral”, disse a presidente. Continuar Lendo →

Comissão da Verdade enviará grupo para analisar depoimento de Dilma | G1

18/16/2012 | 13h42

Relato foi divulgado pelo ‘O Estado de Minas’ e ‘Correio Braziliense’.
Comissão também vai analisar documentos de outras pessoas em Minas.

Letícia Macedo Do G1, em São Paulo

Dilma faz pausa durante discurso no lançamento
da Comissão da Verdade (Foto: Globo News)

A Comissão da Verdade enviará um grupo de pesquisadores ao Conselho de Direitos Humanos de Minas (Conedh-MG) para acessar o arquivo com o depoimento que a presidente Dilma Rousseff concedeu, em 2001, sobre as sessões de tortura as quais foi submetida na época da ditadura em Minas Gerais, estado onde começou sua militância política. O grupo deve chegar a Belo Horizonte entre esta segunda (18) e terça-feira (19) e também deve analsiar relatos de outras pessoas.

O relato da presidente, divulgado pelos jornais “O Estado de Minas” e “Correio Braziliense”, era pouco conhecido até mesmo por militantes do Partido dos Trabalhadores. Dilma evita falar sobre os castigos que recebeu durante atividade política.

De acordo com a historiadora Heloísa Starling, que é assessora da comissão, o objetivo é ter acesso ao arquivo tão pouco conhecido. Continuar Lendo →

Dilma revela detalhes de torturas que sofreu na ditadura militar | Terra

17/06/2012 | 21h12

A presidente Dilma Rousseff foi colocada no pau de arara, apanhou de palmatória, levou choques e socos que causaram problemas graves na sua arcada dentária durante as torturas que sofreu na ditadura, segundo revelam os jornais O Estado de Minas e Correio Braziliense.

Os periódicos reproduzem uma entrevista de Dilma ao Conselho de Direitos Humanos de Minas Gerais concedida em 2001, na qual narra as torturas que sofreu entre 1970 e 1973, quando foi detida e condenada por um tribunal militar como militante de um grupo de esquerda que lutava contra o regime militar. Continuar Lendo →

Quantos lados tem a Comissão Nacional da Verdade? | Caros Amigos

01/06/2012 | 16h06

Por Pedro Estevam da Rocha Pomar

Instalada a Comissão Nacional da Verdade (CNV) em 16 de maio, tiveram início seus trabalhos. As primeiras declarações de alguns de seus membros soam lúgubres, ao admitir investigação dos “dois lados”. Ao mesmo tempo, a extrema-direita militar reage criando uma “comissão paralela” no Clube Naval, sem que o Ministério da Defesa tome medidas punitivas. Para entender esse quadro, vale a pena analisar a cerimônia de posse dos membros da CNV. Continuar Lendo →

Presa e torturada no Rio, presidente Dilma receberá pedido de desculpas de Sérgio Cabral | R7

01/06/2012 | 14h20

Governador entregará carta para 120 pessoas por abusos sofridos na ditadura militar

A presidente Dilma Rousseff (PT) faz parte da lista de 120 pessoas que receberão cartas com um pedido de desculpas do governador Sérgio Cabral (PMDB) pelos abusos contra os direitos humanos ocorridos durante a ditadura militar (1964-1985) no Rio. A cerimônia está marcada para a próxima segunda-feira (4) no estádio Caio Martins, em Niterói, região metropolitana.

O local serviu de prisão política após o golpe militar em 1964. A presidente, que foi presa e torturada por agentes da repressão no Rio, ainda não confirmou a sua presença no evento.

Além das desculpas, os ex-presos políticos receberão uma indenização de R$ 20 mil. Segundo a Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, desde 2001, quando a Lei Estadual de reparação foi criada, 1.113 pessoas entraram com o pedido de indenização.

Deste total, 650 indenizações já foram pagas e restam 245 até o fim de 2013.

_

http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/presa-e-torturada-no-rio-presidente-dilma-recebera-pedidos-de-desculpas-de-sergio-cabral-20120601.html

Dilma nomeia assessores da Comissão da Verdade | Folha de São Paulo

25/05/2012 | 13h45

KELLY MATOS
DE BRASÍLIA

A presidente Dilma Rousseff nomeou nesta sexta-feira (25) dois assessores para a Comissão da Verdade, que vai investigar violações de direitos humanos ocorridas no período entre 1946 e 1988.

Foram nomeados o ex-subprocurador-geral da República Wagner Gonçalves e o desembargador federal aposentado Manoel Lauro Wolkmer de Castilho. As nomeações estão publicadas na edição de hoje do “Diário Oficial” da União.

Também foi publicado no Diáro Oficial o decreto que cria 14 cargos que deverão assessorar os trabalhos da Comissão. De acordo com o texto, a equipe será formada por um secretário-executivo, três assessores técnicos e dez assessores. Continuar Lendo →

Procuradora vê decisão ‘política’ em recusa de ação contra Ustra | Rede Brasil Atual

25/05/2012 | 8h50

Ministério Público Federal vai recorrer por considerar que argumentação de juiz federal em São Paulo desconhece decisão da Corte Interamericana e a própria jurisprudência nacional

Por João Peres

São Paulo – O Ministério Público Federal vai recorrer da decisão da Justiça Federal em São Paulo de rejeitar ação penal contra o militar reformado Carlos Alberto Brilhante Ustra e o delegado da ativa na Polícia Civil Dirceu Gravina, acusados pelo sequestro de um militante de grupos de resistência à ditadura (1964-85).

“Foi uma decisão política”, lamenta a procuradora da República em São Paulo Eugênia Gonzaga, que trabalhou em parceria com o grupo de Justiça de Transição do MPF, que reúne representantes de vários estados. Foi a segunda ação penal movida pelos procuradores. E a segunda rejeitada em prazo breve, ainda que existam algumas diferenças. A primeira, contra Sebastião Curió Rodrigues de Moura, coronel da reserva do Exército, pelo desaparecimento de integrantes da Guerrilha do Araguaia, foi recusada em 48 horas. Continuar Lendo →

Só a verdade liberta | Jornal do Brasil

http://www.jb.com.br/sociedade-aberta/noticias/2012/05/24/so-a-verdade-liberta/

24/05/2012 | 00h05

Maria Clara Lucchetti Bingemer*

O Brasil deu nos últimos dias um passo importante para sua maturidade histórica.  A criação da Comissão da Verdade, pela presidente Dilma Rousseff, é um fato histórico de relevância indiscutível e que gera em todos esperança. Emocionada e chegando às lágrimas em vários momentos, Dilma evocou um passado doloroso, que foi também o seu.  Porém, em seu tom não havia revanchismo, ódio ou retaliação.  Apenas firmeza e transparência. Alertou que o que motiva a criação deste grupo, que tem a importante missão de investigar as violações de direitos humanos ocorridas entre 1946 e 1988, é o interesse de conhecer a história “em plenitude, sem ocultamentos, sem camuflagem, sem veto, sem proibição.” Continuar Lendo →

Na estreia, Comissão da Verdade tenta esfriar divergências | Portal Aprendiz

17/05/2012

Por Lucas Ferraz e Kelly Mattos, da Folha de São Paulo

No dia em que tomaram posse, os integrantes da Comissão da Verdade buscaram ontem abrandar a primeira divergência pública do grupo: a possibilidade de investigar violações de direitos humanos cometidas não só pela ditadura, mas também pela guerrilha que a combateu.

Coordenador rotativo da comissão, o ministro Gilson Dipp, do Superior Tribunal de Justiça, disse que a primeira reunião do colegiado foi “meramente burocrática” e não discutiu focos.

Dipp será também o porta-voz do grupo. Ontem, ao fim do dia, ele disse que não há “cisão” e fez um apelo: “Deem tempo para a comissão trabalhar direitinho.” Continuar Lendo →

Vídeo: presidenta Dilma empossa integrantes da Comissão da Verdade | Blog do Planalto

16/05/2012 | 15h27

http://blog.planalto.gov.br/video-dilma-instala-a-comissao-da-verdade/

Mães de desaparecidos da ditadura esperam punição para torturadores | R7

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/maes-de-desaparecidos-da-ditadura-esperam-punicao-para-torturadores-20120512.html

12/05/2012 | 19h45

Quase 30 anos depois do fim do regime militar, Brasil ainda não esclareceu crimes

Renan Truffi

Criméia participou, em 2009, da comissão que acompanhou a localização dos corpos dos mortos na Guerrilha do Araguaia

A ex-militante política Criméia Alice Schmidt de Almeida, de 66 anos, estava no sétimo mês de gravidez quando foi sequestrada por militares, em dezembro de 1972, ano em que o Brasil era governado por uma ditadura.

Ainda grávida, ela foi torturada nos porões do Doi-Codi (Destacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna), em Brasília. João Carlos Grabois, hoje com 39 anos, nasceu na prisão, e segundo Crimeia também sofreu com as crueldades do regime. Continuar Lendo →

Dilma Rousseff escolhe nomes da Comissão da Verdade | O Globo

http://oglobo.globo.com/pais/dilma-rousseff-escolhe-nomes-da-comissao-da-verdade-4655512

15/04/2012 | 23h27

Presidente pretende fechar lista de sete integrantes até o final deste mês

O ex-ministro Nilmário Miranda é um dos nomes cotados para integrar a comissão | O Globo / Givaldo Barbosa

BRASÍLIA – Cinco meses depois da sanção da lei que criou a Comissão da Verdade, a presidente Dilma Rousseff iniciou o processo de escolha dos sete integrantes desse colegiado. O propósito é fechar esses nomes até o final deste mês, como informou neste domingo a coluna “Panorama Político”, do GLOBO, e iniciar os trabalhos até o final de maio. No mais tardar, em junho. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou, semana passada, que a instalação da comissão será ainda neste primeiro semestre. Continuar Lendo →

Escracho, uma maneira de mostrar que a ditadura tem rosto – e vida | Rede Brasil Atual

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/cidadania/2012/04/escracho-uma-maneira-de-mostrar-que-a-ditadura-tem-rosto-2013-e-vida

08/04/2012 | 8h40

Atos organizados nos moldes da Argentina ganham força na tentativa de expor uma verdade que custa a vir à tona por iniciativa do próprio Estado

João Peres

Os atos de escracho podem ajudar a romper o desconhecimento dos jovens sobre os fatos da ditadura (Foto: Marlene Bergamo. Folhapress)

São Paulo – Tornados famosos na Argentina, os escrachos contra colaboradores da ditadura vão ganhando força no Brasil. O segundo em quinze dias, realizado ontem (7) em São Paulo, denunciou Harry Shibata, médico legista que falsificava a causa da morte em laudos de pessoas assassinadas pela repressão, como o do jornalista Vladimir Herzog, o Vlado, morto em 1975. Continuar Lendo →

%d blogueiros gostam disto: