Arquivos de Tag: luiza erundina

Quarta reportagem da série revela trabalhos da Comissão da Verdade | TV Brasil

A chamada Operação Condor vai ser investigada pela Comissão Nacional da Verdade. Vão ser analisados casos de militantes desaparecidos, como o gaúcho que lutou ao lado de Che Guevara e sumiu na Bolívia. Veja na última reportagem da série “Operação Condor”.

Anúncios

Comissão Nacional da Verdade vai buscar informações sobre desaparecidos da Operação Condor | Agência Brasil

Continuar Lendo →

Especial: Operação Condor | TV Brasil

16/10/2012

Em audiência pública, Comissão da Verdade pede reformulação da Lei da Anistia | Diário de Pernambuco

30/08/2012 | 15h19

Tércio Amaral

O clima, quase sempre “morno” nos debates, mudou e ganhou ares de polêmica. Nesta quinta-feira, durante uma audiência pública sobre os casos do desaparecimento dos militantes Fernando Santa Cruz e Eduardo Collier no regime militar (1964-1985), os membros da Comissão da Verdade de Pernambuco encararam de frente um debate nacional: a reformulação da Lei da Anistia, aprovada na época da redemocratização do país, em 1979, e que descarta qualquer tipo de punição aos acusados por crimes políticos de perseguição, tortura e até de assassinato.

Depois de contar por horas trechos e depoimentos de  familiares de Fernando Santa Cruz, militante de esquerda pernambucano desaparecido no Rio de Janeiro, parentes e representantes da Comissão da Verdade ouviram um depoimento curto e grosso da deputada federal de São Paulo Luiza Erudina (PSB). Para ela, os trabalhos das Comissões (estaduais e até a nacional) não devem avançar se continuar seguindo o formato tradicional. Continuar Lendo →

Sociedade civil pauta a Comissão da Verdade | Brasil de Fato

22/08/2012

Comissão quer apresentar plano de trabalho com base em grupos temáticos

Pedro Rafael Ferreira,
da Brasília (DF)

Índios Waimiri-Atroari foram massacrados durante a ditadura / Foto: Egydio Schwade

“Para que não se esqueça. Para que nunca mais aconteça!”. Sob o lema que inspira a luta política de dezenas de entidades contra os crimes praticados pelo Estado brasileiro na ditadura civil-militar (1964-1985), a Comissão Nacional da Verdade recebeu, no dia 30 de julho, três caixas de requerimentos, informações, documentos e sugestões que serão incorporadas o trabalho de investigação histórica em curso até 2014. A entrega foi feita no Palácio do Planalto, em Brasília, durante a primeira reunião da comissão com as organizações da sociedade civil desde a instituição do grupo oficial, em maio desse ano, por força da Lei 12.528/2011.

“A primeira coisa é acabar com a visão equivocada de que houve dois lados em disputa [durante ditadura]. Não havia dois lados. Quando o Estado se torna tirânico, como foi o caso, a sociedade tem o direito de lutar contra a tirania”, afirmou o consultor Francisco Celso da Silva, representante do Fórum pelo Direito a Memória e a Verdade do Espírito Santo, que reúne fi lhos de desaparecidos políticos, Ordem dos Advogados do Brasil, membros do governo e do Poder Legislativo estaduais. Continuar Lendo →

Deputada: Operação Condor, na ditadura, recebeu apoio de grandes empresas | Agência Câmara de Notícias

04/07/2012 | 20h12

Seminário internacional na Câmara discute Operação Condor, aliança político-militar entre cinco países da América do Sul.

A deputada Janete Capiberibe (PSB-AP) afirmou, nesta quarta-feira, que está claro que a Operação Condor, que torturou e assassinou milhares de pessoas na América Latina, na década de 60, recebeu o apoio de empresas multinacionais com alta lucratividade. “A esquerda coloca em risco o lucro de grandes grupos econômicos. Todos os desaparecimentos, torturas e mortes ocorreram por causa de objetivos financeiros e econômicos.”

A deputada contou que foi uma sobrevivente da ditadura militar. Ela foi integrante da Aliança Libertadora Nacional, comandada por Carlos Marighela. “Em 1970 fui presa. Durante nove anos, fiquei exilada na Bolívia, Chile, Canadá e Moçambique. Retornei ao Brasil em 79, depois da aprovação da Lei da Anistia”, relatou. Continuar Lendo →

Comissão quer acesso a documentos dos EUA sobre ditadura brasileira | Agência Câmara de Notícias

04/07/2012 | 18h25

O presidente da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, Paulo Abrão, disse que o governo brasileiro precisa pedir aos Estados Unidos a liberação de todos os documentos que façam referência à ditadura militar brasileira entre 1964 e 1988. A declaração foi feita nesta quarta-feira (4), durante os debates da manhã do Seminário Internacional Operação Condor, realizado pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara.

Segundo Abrão, os Estados Unidos já liberaram arquivos secretos sobre ditaduras para dois países da América do Sul: Chile e Argentina. “Isso permitiu que o Chile pudesse passar a limpo sua história. O Estado Argentino, do mesmo modo. É necessário, é condição para que a gente tenha sucesso na construção da verdade do Brasil, que o Estado e o governo brasileiro tomem a iniciativa para que a gente conheça nossa história.” Continuar Lendo →

Erundina pede que países atuem juntos para investigar Operação Condor | Sul 21

29/06/2012 | 17h23

Da Redação

Erundina é uma das organizadoras do Seminário Internacional Operação Condor | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

A presidente da Comissão da Verdade da Câmara, deputada Luiza Erundina (PSB-SP), disse, nesta sexta-feira (29), que os debates que ocorrerão em meio ao Seminário Internacional Operação Condor, marcado para os dias 4 e 5 de julho, podem trazer à tona informações sobre desaparecidos políticos no período da ação, ocorrida nos anos 1960.

Articulada pelos governos militares do Brasil, da Argentina, do Chile, Paraguai e Uruguai, com o apoio do governo estadunidense, a Operação Condor tinha como objetivo coordenar a repressão a opositores dessas ditaduras e eliminar líderes de esquerda instalados nos seis países do Cone Sul. Continuar Lendo →

Comissão vai homenagear advogados que trabalharam por presos políticos | Agência Câmara de Notícias

21/06/2012 | 18h12

A Comissão Parlamentar Memória, Verdade e Justiça vai realizar, em agosto, uma homenagem aos advogados que trabalharam pela libertação dos presos políticos no Brasil. A coordenadora da comissão, deputada Luiza Erundina (PSB-SP), explica que a homenagem está inserida num dos objetivos da comissão: resgatar a memória histórica sobre as violações de direitos humanos no período da ditadura militar.

Na opinião da deputada, os advogados que atuaram em favor dos presos políticos no período da ditadura militar cumpriram um papel fundamental. “São pessoas generosas, que fizeram essa defesa, em sua maioria, voluntariamente, sem nenhuma contrapartida financeira, porque os opositores eram pessoas pobres”, aponta. Continuar Lendo →

O caminho da verdade | Rede Brasil Atual

20/06/2012

As dores são contínuas. Mas algumas ações parecem mostrar que o país está mudando, para que os traumas da história sejam reconhecidos e entendidos. E não se repitam

Por Vitor Nuzzi

A usina Cambaíba, onde a ditadura teria incinerado corpos de opositores

A região canavieira do Rio de Janeiro está em decadência. No norte do estado, em direção ao Espírito Santo, estão os escombros da usina Cambahyba, que voltaram ao noticiário recente após declarações de um ex-delegado do Dops capixaba, Cláudio Guerra: o local teria sido usado para incinerar corpos de combatentes presos pela ditadura.

Alucinação, tentativa de despiste ou revelação macabra? “O que diz essa figura, esse humanista súbito, é perfeitamente plausível. O fato de ele não constar nos documentos mostra que ainda há muitas lacunas. Se 5% do que diz for verdade, ele é um mini-Goebbels”, afirma o jornalista Eric Nepomuceno, referindo-se ao ministro nazista. “Se for mais de 5%, é um genocida.”  Continuar Lendo →

Erundina defende reinterpretação da Lei de Anistia | Rede Brasil Atual

01/06/2012 | 8h40

Ouça aqui ou faça o download do áudio aqui

A coordenadora da Comissão Memória, Verdade e Justiça da Câmara, deputada Luiza Erundina, do PSB de São Paulo, considerou de extrema importância os depoimentos colhidos pelo Ministério Público Federal dos acusados de crimes contra ativistas de esquerda durante da ditadura militar, Cláudio Guerra, ex-delegado do Dops, e Marival Chaves Dias do Canto, ex-sargento do DOI-Codi. Eles apontam locais onde estariam restos mortais de ativistas políticos de esquerda torturados e assassinados pela repressão. Entrevista a Ana Aragão.

_

http://www.redebrasilatual.com.br/radio/programas/jornal-brasil-atual/deputada-luiza-erundina-pede-ajuda-do-ministerio-publico-para-acompanhar-depoimento-de-ex-torturadores-da-ditadura

As Comissões da Verdade e a proteção à vida de antigos exterminadores | Sul21

31/05/2012 | 13h36

Inicia-se, finalmente, o processo de investigação sobre os crimes cometidos pela ditadura militar brasileira (1964/1985). Notícia divulgada ontem (30) em primeira mão pelo Sul21 informa que o ex-delegado do DOPS Cláudio Guerra e o ex-sargento do DOI-CODI Marival Chaves Dias foram ouvidos formalmente, durante a segunda (28) e a terça-feira (30), em Vitória (ES), para uma força tarefa do Ministério Público Federal e a coordenadora da Comissão Memória, Verdade e Justiça da Câmara dos Deputados, Luiza Erundina.

Exterminadores arrependidos, ambos ex-integrantes das forças de repressão da ditadura militar, deverão ser agora protegidos pelo estado democrático brasileiro. A deputada já encaminhou, ao procurador geral da República em Campos dos Goytacases (RJ), pedido de guarda policial para os ex-agentes, principalmente para Guerra, que tem sofrido ameaças de ex-colegas desde que passou a revelar os fatos vividos por ele durante o período de repressão política. Continuar Lendo →

Agentes da tortura falam pela primeira vez: MP ouve depoimento de Guerra e Marival por 16 horas | Sul21

30/05/2012 | 16h31

Por Luiz Cláudio Cunha
Especial para o Sul21

Em sigilo, começou esta semana a autópsia da ditadura brasileira. Durante 16 horas de depoimento em Vitória, ES, ao longo de segunda (28) e terça-feira (29), o ex-delegado do DOPS Cláudio Antônio Guerra e o ex-sargento do DOI-CODI Marival Chaves Dias do Canto falaram pela primeira vez e formalmente ao Ministério Público Federal, na presença da coordenadora da Comissão Memória, Verdade e Justiça da Câmara de Deputados, deputada Luiza Erundina de Souza (PSB-SP).
Continuar Lendo →

Filha de Fiel Filho cobra punição de torturadores | Agência Câmara de Notícias

http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/DIREITOS-HUMANOS/414950-FILHA-DE-FIEL-FILHO-COBRA-PUNICAO-DE-TORTURADORES.html

17/04/2012 | 20h39

A morte sob tortura do operário Manoel Fiel Filho em janeiro de 1976 forçou a abertura política do regime militar e abriu as portas para os movimentos pró-democracia. Essa trajetória é mostrada no filme Desculpe, Mr. Fiel, o operário que derrubou a ditadura no Brasil, de Jorge Oliveira, apresentado e discutido na Comissão Parlamentar Memória, Verdade e Justiça, subcomissão da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Continuar Lendo →

Comissão da Verdade convocará ex-agentes da ditadura | Carta Maior

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=19985&alterarHomeAtual=1

17/04/2012

A decisão foi anunciada nesta terça (17), após a comoção causada pela exibição do documentário “Perdão, Mister Fiel – o operário que derrubou a ditadura no Brasil”, de Jorge Oliveira. No documentário, o ex-agente do Serviço Nacional de Informação (SNI), Marival Chaves, cita os nomes e sobrenomes dos principais torturadores do regime. E dá pistas importantes sobre o paradeiro de desaparecidos políticos.

Najla Passos

Brasília – A Comissão Parlamentar da Verdade vai convocar ex-agentes da ditadura militar para prestarem esclarecimentos sobres os crimes contra os direitos humanos durante o regime. A decisão foi tomada nesta terça (17), pela coordenadora da Comissão, deputada Luíza Erundina (PSB-SP), após a exibição do documentário “Perdão, Mister Fiel – o operário que derrubou a ditadura no Brasil”, de Jorge Oliveira. “Pode até ser uma loucura minha. Mas eu quero ser louca e convocar essas pessoas para depor”, afirmou ela. Continuar Lendo →

Comissão parlamentar vai pedir documentos dos EUA sobre ditadura militar no Brasil | Rede Brasil Atual

11/04/2012 – 10h17

Lei de Anistia também é criticada por deputados da Comissão pela Memória, Verdade e Justiça

Por: Redação da Rede Brasil Atual

São Paulo — Documentos sobre a ditadura militar no Brasil que sejam de posse dos Estados Unidos serão pedidos por parlamentares brasileiros ligados à Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Em audiência pública realizada na terça-feira (10), o presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos de Porto Alegre, Jair Krischke, sugeriu que a comissão parlamentar e o governo brasileiro solicitem ao governo dos Estados Unidos as informações desclassificadas, que já são disponíveis ao público, sobre o período da ditadura de 1964 a 1985. Continuar Lendo →

Em audiência pública, parlamentares e cidadãos pedem revisão da Lei da Anistia | TV Câmara

http://www2.camara.gov.br/tv/materias/CAMARA-HOJE/414219-EM-AUDIENCIA-PUBLICA,-PARLAMENTARES-E-CIDADAOS-PEDEM-REVISAO-DA-LEI-DA-ANISTIA.html

10/04/2012 | 18h38

vídeo no link acima
download aqui
duração: 02min23seg

Representantes da sociedade civil e deputados pediram a revisão da Lei da Anistia, aprovada pelo Congresso em 1979, hoje, 10 de abril, na audiência pública da comissão parlamentar Memória, Verdade e Justiça, ligada à Comissão de Direitos Humanos. Para eles, a Lei da Anistia é muito ampla.

Créditos/Câmara Hoje:
Iara Xavier Pereira – Comissão de Familiares Mortos e Desaparecidos Políticos
Jair Krischke – Movimento Justiça e Direitos Humanos de Porto Alegre
Carolina Nogueira – repórter
Dep. Luiza Erundina (PSB-SP) – Pres. Comissão Memória, Verdade e Justiça

%d blogueiros gostam disto: